05 mai - 18:12

Stefanos Tsitsipas, o novo príncipe do Millennium Estoril Open

Aos 20 anos, o tenista grego conquistou na terra batida portuguesa o primeiro título da carreira na superfície.

Stefanos Tsitsipas é o grande campeão de singulares do Millennium Estoril Open 2019. O número 10 do mundo derrotou o lucky loser Pablo Cuevas por 6-3 e 7-6(4) na final e confirmou o estatuto de primeiro cabeça de série.

A decisão deste domingo foi a sexta no espaço de 12 meses e alguns dias para o jovem tenista grego na variante de singulares. Campeão em Estocolmo (2018) e Marselha (já em 2019), ambos em hard courts indoor, Tsitsipas procurava o primeiro título da carreira no pó de tijolo — a superfície onde se tinha estreado em decisões ao nível ATP, há sensivelmente um ano, em Barcelona — e ao fim de 1h45 conseguiu levantar o tão desejado troféu.

Depois de três encontros em que apresentou algumas debilidades na pancada de serviço, Stefanos Tsitsipas conseguiu elevar o nível do “saque” e raramente se deixou abalar por Pablo Cuevas. Ainda assim, o já veterano tenista uruguaio — que há exatamente uma semana tinha sido derrotado na segunda ronda do qualifying e acabou por ganhar uma segunda vida com a desistência de Filip Krajinovic — conseguiu voltar ao jogo ao converter o primeiro break point de que dispôs, fazendo o 4-4 e, mais tarde, o 5-4 onde chegou a ter um set point.

Só que Tsitsipas não se deixou desarmar e agarrou-se com unhas e dentes à pancada de serviço para recuperar a confiança e entrar de forma fulminante no tie-break: num piscar de olhos estava a liderar por 6-1. O melhor tenista grego de todos os tempos não foi bem sucedido em nenhuma das três primeiras tentativas, mas ao quarto match point o seu momento chegou — do alto da cadeira, o conceituado árbitro brasileiro Carlos Bernardes ‘cantou’ o “game, set and match” que Stefanos Tsitsipas tanto queria ouvir. Por essa altura, já ele estava deitado sobre a terra batida do Estádio Millennium, que se apresentou totalmente lotado para a derradeira final do dia.

Primeiro título em terra batida, segundo título do ano, terceiro título da carreira. Stefanos Tsitsipas viveu uma semana de sonho no Clube de Ténis do Estoril, onde em 2018 já tinha estado muito perto da final — só perdeu no tie-break do terceiro set para João Sousa —, e assim sucede-se precisamente ao português na cada vez mais conceituada lista de campeões do único torneio ATP organizado em solo português.

Quanto a Pablo Cuevas, despede-se de Portugal com a 10.ª final da carreira ao nível ATP, registando agora um saldo de 6-4 (a última conquista aconteceu em São Paulo, há dois anos). Apesar de não levar para casa o troféu mais desejado, o uruguaio de 33 anos inclui na bagagem um sério candidato a ponto do torneio e, até, de toda a temporada. Foi ao 6-3, 1-0 (15-15) e pode ser visto (e revisto) aqui.

Campeões de singulares do Millennium Estoril Open:

2019 - Stefanos Tsitsipas
2018 - João Sousa
2017 - Pablo Carreño Busta
2016 - Nicolás Almagro
2015 - Richard Gasquet

patrocinadores
;