04 mai - 17:52

Stefanos Tsitsipas brilha rumo à final do Millennium Estoril Open

Tenista grego avança para a sexta final ao nível ATP no espaço de doze meses.

Stefanos Tsitsipas é o primeiro jogador apurado para a final de singulares do Millennium Estoril Open. Aos 20 anos, o tenista grego venceu uma meia-final brilhante frente a David Goffin, por 3-6, 6-4 e 6-4.

Aguardado por todos, o encontro prometia e não desiludiu: ao longo de 2h19, foram muitos os momentos merecedores de aplausos de parte a parte, com aqueles que são dois dos melhores tenistas da atualidade a darem espetáculo perante um Estádio Millennium totalmente lotado.

O jovem grego — que na jornada anterior colocou um ponto final na caminhada histórica de João Domingues, a surpresa do torneio — foi quem entrou melhor. Tsitsipas dispôs de três break points distribuídos pelos dois jogos de serviço inaugurais de Goffin, mas o belga mostrou-se exímio na arte de os salvar e ainda mais apurado no momento de contra-atacar: bastou-lhe uma oportunidade para consumar a quebra de serviço que o fez partir para a vitória no parcial inaugural, mais tarde confirmada com um segundo break.

Num encontro de alta tensão, o ritmo raramente baixou. Quer um, quer outro jogador revelaram ter a lição bem estudada para explorarem as fragilidades do outro lado da rede, mas o capítulo do serviço revelou-se traiçoeiro. De tal forma que o segundo parcial deu origem a sete (!) quebras de serviço em 10 jogos, antes de cair para o lado do primeiro cabeça de série, que na reta final conseguiu melhorar as percentagens do “saque” para ter uma palavra a dizer nesta tão entusiasmante discussão.

Chegado o momento de todas as decisões, quer Tsitsipas quer Goffin elevaram o nível. O serviço deixou de ser um ponto tão fraco quanto no parcial anterior e com o avançar do marcador tornou-se claro que o primeiro jogador a ferir o adversário ficaria com fortes possibilidades de inscrever o nome na final. Foi o que aconteceu: ao nono jogo, aquele que já é o melhor tenista grego de todos os tempos conseguiu falar mais alto e conquistar o break necessário para no jogo seguinte carimbar a vitória com a sua pancada de serviço.

Somada a terceira vitória consecutiva no Clube de Ténis do Estoril, Stefanos Tsitsipas está pela sexta vez na carreira na final de um torneio do circuito ATP — todas elas disputadas em pouco mais de 12 meses, uma vez que há um ano chegou a Portugal horas depois de se estrear em decisões no ATP 500 de Barcelona (onde foi derrotado por Rafael Nadal).

O adversário no duelo de domingo — marcado para as 15h30 — ainda não é conhecido, mas não deverá faltar muito até que Stefanos Tsitsipas tenha companhia: Alejandro Davidovich Fokina (o qualifier de 19 anos que está a brilhar no torneio) e o lucky loser Pablo Cuevas entraram em ação instantes depois do grego concluir o seu encontro.

Atualizado às 18h11.

patrocinadores
;