29 abr - 17:20

Pedro Sousa não ultrapassa gigante Opelka

O português ainda liderou no tie-break do primeiro set e quebrou Reilly Opelka no segundo, mas não segurou as vantagens e saiu de cena na primeira ronda do Millennium Estoril Open.

Casa praticamente cheia para a estreia do primeiro português no Estádio Millennium no quadro principal. A esperança dos locais era muita mas rapidamente se transformou em preocupação: quarto ponto do encontro, serviço do gigante norte-americano e Pedro Sousa torceu o pé. Fisioterapeuta chamado ao court e burburinho nas bancadas, ou não fosse o lisboeta um jogador com largo historial de lesões.

Depois da assistência, o set decorreu dentro da normalidade, com Pedro Sousa a salvar três pontos de break e a não fazer grande mossa no potente serviço de Opelka. No tie-break, o segundo melhor tenista nacional da atualidade (número 107) alcançou o mini-break de entrada, mas depois de chegar aos 2-0 perdeu sete pontos consecutivos.

Cheirou a reviravolta no segundo set. Pedro Sousa rapidamente conseguiu uma das missões mais hercúleas do ténis actual, quebrar o serviço de Reilly Opelka, fez o 3-0, mas permitiu a recuperação do 59º tenista do ranking ATP, que empatou a contenda. O norte-americano viria ainda a roubar o saque do lisboeta ao nono jogo e, de seguida, com quatro bons serviços fechou a partida por 7-6 (2) e 6-4.

Reilly Opelka segue para a segunda ronda e vai medir forças com Gael Monfils, terceiro pré-designado e um dos favoritos ao título no Clube de Ténis do Estoril.

patrocinadores
;