28 abr - 16:43

Não há duas sem três: João Domingues no quadro principal

Depois de furar o qualifying em 2017 e em 2018, João Domingues volta a marcar presença no quadro principal de singulares do maior torneio de ténis nacional, juntando-se aos compatriotas João Sousa e Pedro Sousa.

“Sempre gostei de jogar em casa. É sempre um prazer mostrar aquilo que consigo fazer perante o público português. Sinto-me confortável, cómodo e estou habituado às condições de jogo”, palavras de ontem do oliveirense na sala de conferências de imprensa que podem explicar em grande parte a exibição autoritária deste domingo, atestada pelos parciais de 6-2 e 6-4 frente ao italiano Filippo Baldi.

O terceiro melhor tenista português da actualidade (é o número 214 na actualização da passada segunda-feira) entrou de rompante no encontro e o primeiro set, resolvido em pouco mais de meia hora, pouco tem para contar: duas quebras de serviço por parte de João Domingues, ao terceiro e sétimo jogos, revelam o ascendente, apenas ameaçado quando enfrentou um ponto de break logo no seu primeiro jogo de serviço.

O segundo set foi mais equilibrado, apesar de João Domingues se ter adiantado no marcador, no serviço do adversário, logo a abrir. Filippo Baldi não se rendeu e dispôs de oportunidades para repor a igualdade no sexto e no oitavo jogos, mas o dia era do oliveirense.

João Domingues, que brilhou na edição de 2017 ao bater Kyle Edmund e vendeu cara a derrota face a Kevin Anderson, terá agora, no quadro principal, Alex De Minaur como próximo adversário. O encontro frente ao jovem australiano, carrasco de Gastão Elias na edição passada, terá lugar esta segunda-feira no segundo jogo das 15h no Estádio Millennium.

patrocinadores
;