02 mai - 20:38

João Sousa coloca a cereja no topo do bolo com vitória em pares

O que é melhor do que uma grande vitória a jogar em casa? Só mesmo duas grandes vitórias num dia a não esquecer tão cedo.

Mesmo após uma vitória épica diante de Pedro Sousa rumo aos quartos de final, João Sousa não quis dar o dia por terminado e aceitou voltar ao court, desta vez no Court Cascais, para jogar ao lado de Leonardo Mayer a primeira ronda de pares. O vimaranense precisou de apenas 30 minutos de descanso e de mais 90 minutos de jogo para fazer a dobradinha nesta quarta-feira, vencendo o par pelos parciais de 6-4 e 7-6(4).

Com o uruguaio Ariel Behar e o mexicano Miguel Angel Reyes-Varela do outro lado do court, Leo Mayer e João Sousa repetiram a equipa que já havia sido formada no Open da Austrália e precisaram de apenas duas partidas para fazer uma vez mais as delícias do público das bancadas. Sousa e Mayer aproveitaram o único break de todo o encontro, na priemeira partida, e aguentaram-se firmes até à disputa do tiebreak no segundo set, altura em que voltaram a mostrar a superioridade para seguir em frente.

João Sousa junta-se assim a Gastão Elias e Pedro Sousa nos quartos de final do quadro de pares e vai defrontar, amanhã, Robin Haase e Matwe Middelkoop, que juntos mandaram ‘para casa’ os quartos favoritos Marcelo Demoliner e Santiago Gonzalez com um duplo 6-4.

Outra das surpresas do dia foi a eliminação da dupla espanhola de David Marrero e Marc Lopez, que disputaram o único duelo do Court 3 e não foram além dos parciais desfavoráveis de 6-7(5), 6-4 e 10-3 frente a Wesley Koolhof e Artem Sitak. John Peers e Jean-Julien Rojer, cabeças de série número um, demoraram 76 minutos para eliminar Guillermo Duran e Andres Molteni, por 6-2 e 7-6(2).

patrocinadores
;