04 mai - 18:10

João Sousa cada vez mais histórico faz dobradinha de meias-finais

Superado o obstáculo inicial, João Sousa continua a fazer história no Clube de Ténis do Estoril e esta sexta-feira somou mais uma vitória que ficará na memória dos portugueses.

Primeiro em pares, agora em singulares: João Sousa está imparável e na tarde desta sexta-feira garantiu a passagem às meias-finais de singulares do Millennium Estoril Open, tornando-se no segundo tenista português da história a chegar à penúltima fase de um torneio ATP “em casa”.

Depois de ter deixado Daniil Medvedev e Pedro Sousa pelo caminho nas rondas anteriores, o melhor tenista português da atualidade (e da história) era esta sexta-feira protagonista de um encontro entre velhos aliados. Porque do outro lado estava Kyle Edmund, que por estes dias é o número 1 britânico.

Mas, já se sabe, amigos, amigos, alianças à parte e foi assim que o ‘Conquistador’ português entrou no Estádio Millennium: decidido em continuar a fazer história e, para isso, derrotar o ‘cubista’ Kyle Edmund, que neste jogo de artistas ainda expôs bem a sua obra mas acabou sem armas para contrariar o português, que assim venceu por 6-3, 1-6 e 6-0 no segundo duelo do dia.

E se a exposição desta sexta-feira ainda vai a meio -- para depois do encontro do vimaranense estavam ainda programados outros dois encontros de singulares, em sessão noturna --, já há uma sala com obras definidas: João Sousa vai medir forças com Stefanos Tsitsipas por um lugar na final.

Será um confronto inédito entre o principal tenista português e o jovem grego que continua “embalado” e esta sexta-feira somou mais um grande triunfo, ao derrotar Roberto Carballes Baena no tiebreak do terceiro set. Um encontro a não perder que poderá ser (ainda mais) histórico para o ténis nacional e que, já se sabe, será disputado perante casa cheia: as jornadas de sábado e domingo esgotaram ainda antes do arranque da 4.ª edição do torneio.

“É muito especial para mim, não é a primeira vez que estou numa meia-final de um ATP 250 mas obviamente que é especial por ser em Portugal”, partilhou o tenista português em conferência de imprensa, onde também teceu muitos elogios ao público que preencheu o Estádio Millennium: “O público esteve mais uma vez fantástico. Nós, jogadores de ténis, trabalhamos muito para momentos como este, jogar em casa e ver que o público vibra não só com os pontos ganhos como com os pontos perdidos e que apoia até à exaustão.”

Mas a participação de João Sousa não se resume a esse encontro, porque o momento do pupilo de Frederico Marques é tal que por disputar estão, também, as meias-finais de pares. O parceiro? Leonardo Mayer. Os adversários? Cameron Norrie e (sim, outra vez) Kyle Edmund.

patrocinadores
;