01 mai - 15:37

João Domingues e Frederico Silva despedem-se do Millennium Estoril Open

Os dois jovens portugueses não tiveram armas para os respetivos adversários e acabaram ambos eliminados em duas partidas.

Não correu bem a estreia portuguesa em encontros do quadro principal no Millennium Estoril Open. Tanto João Domingues como Frederico Silva perderam os respetivos duelos da primeira ronda e abandonaram assim a competição deste ano. Resta João Sousa e Pedro Sousa no quadro principal de singulares.

Frederico Silva entrou para o Court Cascais depois da estreia de Lleyon Hewitt e foi até o português quem começou melhor no encontro, ao conseguir uma vantagem de 4-1 perante o qualifier Ricardo Ojeda Lara. No entanto, a quebra de rendimento por parte do jogador da casa acabou por ser fatal, dando assim os cinco jogos seguintes ao adversário espanhol.

Com apenas metade dos primeiros serviços a entrarem no quadrado, ‘Fred’ compensava com o seu jogo da linha de fundo e, uma vez mais, voltou a estar com a liderança de um break, por duas vezes, desta feita no segundo set. Contudo, o número 206 da hierarquia mundial carregou no acelerador na reta final e acabou por ser superior nos momentos decisivos, consumando a vitória ao fim de 1h39.

Já depois de ultrapassada com sucesso, e uma vez mais, a fase de qualificação, João Domingues não conseguiu manter a superioridade que aplicou perante os adversários anteriores. O oliveirense estreou o Estádio Millennium nesta terça-feira diante de Simone Bolelli, que acabou por levar a melhor com os parciais de 6-3 e 6-2.

O jogador português, antigo campeão nacional absoluto, chegou até a dispôr de um ponto de break para servir a 2-1 na primeira partida, mas não aproveitou e acabou por escorregar no jogo seguinte. Na segunda partida, e depois de uma troca de breaks, foi Bolelli, antigo top-40 do mundo, quem acabou por descolar e avançar para os oitavos-de-final da prova ao cabo de 73 minutos de encontro.

“Hoje esteve bastante vento, parecido com domingo, e eu não consegui jogar nem reagir tão bem como ele. Ele esteve sempre confortável e eu não tive qualidade para o deixar desconfortável”, confessou Domingues, que falha assim a chegada aos oitavos-de-final da prova, como aconteceu no ano passado.

patrocinadores
;