02 mai - 11:14

História à espera

Fez-se história no Millennium Estoril Open (outra vez). Desta feita, pelas mãos de um Sousa -- resta saber qual. Porque se no primeiro dia de quadro principal foi Pedro quem venceu, no segundo João quebrou a malapata e imitou-o, confirmando um duelo de compatriotas homónimos que se perspetivava desde a realização do sorteio.

O encontro não será inédito. Contudo, a sua dimensão não se compara às demais. Dez anos depois do primeiro de três encontros que entretanto aconteceram, os dois tenistas portugueses vão medir forças por um lugar na história do torneio: é que quem sorrir por último vai tornar-se no primeiro jogador luso a atingir aos quartos de final de singulares no Clube de Ténis do Estoril.

Mas antes, a abrir o dia no Estádio Millennium, Kyle Edmund, o número 1 britânico, e Alex de Minaur, a nova coqueluche australiana, duelam por um lugar na fase da competição para a qual ficará qualificado o Sousa que vencer o confronto desta tarde.

E porque hoje regressam as sessões noturnas, o ténis promete prolongar-se para lá do pôr do sol com mais dois encontros imperdíveis: Frances Tiafoe defronta o finalista de 2017, Gilles Muller, e Federico Delbonis mede forças com Simone Bolelli. Por essa altura, já João Sousa deverá ter regresso ao court para disputar a variante de pares, onde joga ao lado de Leonardo Mayer.

patrocinadores
;