27 abr - 17:47

Gastão Elias luta muito mas sai de cena

O primeiro representante nacional a entrar em court na quinta edição do Millennium Estoril Open cedeu perante Alexei Popyrin, antigo campeão júnior de Roland Garros, por 7-5 e 7-6(5) e ficou-se pela primeira ronda do qualifying.

Foi perante uma boa casa que o lourinhanense entrou em campo para defrontar uma das jovens promessas do circuito, que este ano atingiu a terceira ronda do Open da Austrália e chegou ao Clube de Ténis do Estoril no lugar 114 do ranking, a sua melhor classificação de sempre.

O encontro não começou bem para Gastão Elias — à procura de evitar a eliminação pelo segundo ano consecutivo perante um australiano, depois da derrota face a De Minaur no quadro principal o ano passado —, que ao quarto jogo cedeu o seu serviço. O jovem de quase dois metros de altura cimentou a vantagem e dispôs mesmo de 2 pontos de set consecutivos no serviço de Elias a 2-5. No entanto, o quinto melhor português da atualidade (número 307) reagiu e não só resgatou o jogo como empatou a contenda a 5 jogos, não evitando, ainda assim, que as duas últimas partidas do primeiro set caíssem para o lado de Alexei Popyrin.

No segundo set, o equilíbrio foi a nota dominante até ao 5-5. Ao 11.º jogo, Gastão Elias almejou três oportunidades para quebrar o serviço do NextGen mas não as concretizou. No jogo seguinte, foi a vez de Popyrin ter duas chances para quebrar (no caso do australiano, match points), só que tudo desenbocou num tie-break: Elias ainda passou de 1-3 para 4-3, mas ao quarto match point Alexei Popyrin selou o triunfo em duas partidas.

Na conferência de imprensa, o português não escondeu a desilusão: “Andei um set e meio perdido, entrei nervoso, não sentia bem a bola e foi difícil entrar em jogo. Quando comecei a jogar o encontro acabou. Foi pena”, lamentou Gastão Elias, que joga ainda o quadro principal de pares ao lado do amigo Pedro Sousa.

Na ronda de acesso ao quadro principal, Alexei Popyrin vai ter pela frente um duelo de gerações frente ao experiente Simone Bolelli. O italiano foi o primeiro vencedor da edição de 2019, ao ultrapassar o sétimo cabeça de série Egor Gerasimov pelos parciais de 6-2 e 7-6(0) em cerca de hora e meia de encontro.

 

patrocinadores
;