30 abr - 10:37

Armada lusa em plena ação

Terceiro dia de Millennium Estoril Open, terceiro de qualifying, primeiro de quadro principal. É um cenário atípico aquele que hoje se vive no Clube de Ténis do Estoril, porque a chuva estragou os planos do primeiro dia e agora há que “apanhar o passo”. Nada de muito grave, até porque assim teremos em ação cinco jogadores portugueses.

É um programa apelativo que começa logo às 11h, com os encontros da fase de qualificação em que figuram João Domingues, Fred Gil e João Monteiro. Todos eles procuram um lugar no quadro principal e se para o primeiro não seria inédito (em 2017 chegou mesmo à segunda ronda), para os últimos dois marcaria um novo capítulo neste Millennium Estoril Open. Porque Gil já o fez muitas vezes mas “noutros tempos” e Monteiro, ainda a começar a carreira no circuito profissional (é apenas o seu segundo ano), somou ontem o primeiro triunfo em encontros de nível ATP.

O segundo capítulo desta jornada escreve-se por inteiro no Estádio Millennium, onde Pedro Sousa abre o dia. O lisboeta, que em 2017 passou a primeira etapa, enfrenta o muito experiente Gilles Simon e a esse segue-se, não antes das 15h, o encontro do dia: Gastão Elias vs. Alex de Minaur, numa batalha entre o número dois português e a nova esperança australiana que, com tão tenra idade, já se mostra capaz de fazer qualquer adversário levar as mãos à cabeça.

A fechar, um duelo 100% norte-americano que também merece ser visto: Tennys Sandgren explodiu para o estrelato no Australian Open (foi quartofinalista) e, entretanto, já se estreou em finais (perdeu no 3.º set em Houston), enquanto Frances Tiafoe, de apenas 20 anos, já passou de promessa a certeza -- muito devido à semana brilhante em Delray Beach, a qual fechou com o troféu nas mãos.

patrocinadores
;