28 abr - 18:49

Alex de Minaur está pronto para viver mais momentos inesquecíveis em Portugal

Aconteça o que acontecer, Portugal nunca vai sair da memória de Alex de Minaur. Afinal, foi por cá que, em julho de 2017, conquistou o primeiro título de singulares no circuito profissional (no Future da Póvoa de Varzim).

Agora, nove meses depois, o australiano está de volta mas para outros palcos: prepara-se para participar no Millennium Estoril Open, tendo sido um dos escolhidos para receber um wild card para o quadro principal. E não só vai a jogo no quadro de singulares, como no de pares, sendo esse um dos momentos mais aguardados de todo o torneio.

Porque de Minaur, um jovem de 19 anos que despoletou para o estrelato ao chegar às meias-finais de Brisbane e final de Sydney em semanas consecutivas, vai unir esforços com o seu ídolo e agora mentor, Lleyton Hewitt, de 37. É uma dupla inédita, sim, mas que já se conhece -- e bem, ou não fosse o mais velho dos dois o atual capitão da Austrália na Taça Davis.

“É inacreditável. Nunca pensei que isto fosse acontecer, é incrível e mal posso esperar. Vai ser a experiência de uma vida”. Sem surpresas, foi esta a reação de Alex de Minaur quando questionado pela imprensa após a cerimónia do sorteio do quadro principal, para a qual foi convidado e viu Gastão Elias sair-lhe na rifa. “Será uma grande honra para mim partilhar o court com ele e vou fazer tudo o que puder para conseguirmos vencer.”   

Já sobre o duelo com o atual número 2 português, de Minaur não espera uma partida fácil. “Vi-o jogar na Austrália e sei que ele é um jogador muito bom. Vai ser um encontro difícil mas como disse estou ansioso por começar a competir e dar o meu melhor.”

patrocinadores
;