13 dez - 10:25

STEFANOS TSITSIPAS REGRESSA AO ESTORIL EM 2019

Millennium Estoril Open garante sensação do ténis mundial.

O mais promissor jovem tenista da atualidade é o primeiro nome desvelado para a quinta edição do maior evento tenístico português. A 3Love, entidade organizadora do Millennium Estoril Open, tem o prazer de anunciar que um dos mais espetaculares tenistas do circuito profissional masculino irá competir no único evento nacional inserido no calendário do ATP World Tour: Stefanos Tsitsipas, o melhor tenista grego de todos os tempos e também um dos mais populares da atualidade, devido ao estilo clássico e carismática personalidade.

Estou ansioso por regressar ao Millennium Estoril Open em 2019”, refere Stefanos Tsitsipas numa mensagem enviada à organização. “O torneio tem um ambiente muito especial e tanto os fãs como a organização fazem com que me sinta em casa. A experiência deste ano foi extraordinária e espero ter um resultado ainda melhor no próximo ano”.

Será o regresso de Stefanos Tsitsipas ao Clube de Ténis do Estoril com um novo estatuto, após ter sido um dos preferidos do público luso e de ter atingido as meias-finais no passado mês de maio. “É com grande satisfação que anunciamos o Stefanos Tsitsipas como a primeira vedeta da próxima edição do nosso torneio. Temos acompanhado de muito perto a evolução do Stefanos e a presença dele em 2018, quando ainda era desconhecido da maioria das pessoas, revelou-se uma aposta acertada, uma vez que tem conquistado o público onde quer que jogue, com a sua técnica e carisma inconfundíveis”, comenta João Zilhão, diretor do Millennium Estoril Open. “Em 2018, mesmo desgastado pela presença na final do ATP 500 de Barcelona no domingo anterior, deu tudo o que tinha e só perdeu no tie-break do terceiro set da sua espetacular meia-final com o João Sousa. Mas fez mais do que isso: seduziu o público com a estética do seu ténis e a beleza da sua esquerda a uma mão, para além de ter mostrado uma personalidade cativante. Fechou a sua melhor época de sempre com títulos no ATP 250 de Estocolmo e no ATP NextGen Finals, sendo legítimo pensar que o veremos no Clube de Ténis do Estoril já como membro do top 10. Aos 20 anos apenas, a sua margem de progressão é enorme”.

DOS MERGULHOS AO RECORDE

Em 2018, a sua ascensão foi meteórica. Arrancou na 91ª posição e logo na primeira semana acedeu aos quartos-de-final do torneio de Doha, repetindo a façanha semanas depois no Dubai. A verdadeira eclosão deu-se a partir da temporada de terra batida, com a final em Barcelona (só perdeu com Rafael Nadal, após eliminar Pablo Carreño-Busta e Dominic Thiem) e as meias-finais no Millennium Estoril Open (travado in extremis por João Sousa, bateu o primeiro cabeça-de-série Kevin Anderson na segunda eliminatória e para a história ficou um vólei em mergulho que lhe permitiu ganhar a Roberto Carballes-Baena nos quartos-de-final). Foi graças a ousados mergulhos à rede que, em Wimbledon, atingiu pela primeira vez os oitavos-de-final de um torneio do Grand Slam. Pouco depois, esteve em grande destaque no início da temporada americana em hardcourts: fez meias-finais em Washington e final no Masters 1000 de Toronto.

O trajeto épico até ao derradeiro encontro do Masters 1000 de Toronto, com match-points salvos pelo meio, valeu-lhe mesmo o primeiro lugar na eleição dos resultados mais surpreendentes do circuito profissional masculino em 2018 (‘Biggest Upsets of the Year’) e um recorde especial: tornou-se então no mais jovem da história do ATP Tour a derrotar quatro adversários do top 10 no mesmo torneio. Bateu consecutivamente o número 8 Dominic Thiem, o número 10 Novak Djokovic, o número 3 Alexander Zverev e o número 6 Kevin Anderson, sendo apenas travado por Rafael Nadal e pelo cansaço acumulado – precisamente no dia do seu 20.º aniversário.

TÍTULOS E GALARDÕES

A época de Stefanos Tsitsipas, ficou concluída da melhor maneira com o seu primeiro título do ATP Tour em Estocolmo e o triunfo na NextGen ATP Finals, o torneio dos jovens mestres da nova geração – fechando o ano com o seu melhor ranking de sempre: o 15º posto. A progressão ao longo da época e a qualidade de resultados valeram-lhe ser escolhido pelos seus pares como o ‘Most Improved Player’ em 2018.

Noutro plano, deu que falar nas redes sociais com o seu projeto inovador de relatar a sua vida no circuito profissional de maneira diferente – através do seu canal YouTube e das respetivas contas no Twitter, Instagram e Facebook. O modo eloquente e filosófico como se expressa evidencia uma cultura e maturidade incomuns para uma jovem vedeta desportiva da sua idade.

No court, com o seu já caraterístico visual de bandana e físico longilíneo (1m93), também se apresenta como o mais ‘estilista’ dos tenistas da sua geração e faz recordar o seu ídolo Roger Federer tanto pela técnica como pela elegância – destacando-se a esquerda a uma mão como crucial no seu plano de jogo.

O Millennium Estoril Open realiza-se de 27 de abril a 5 de maio no Clube de Ténis do Estoril e os ingressos para a Final já estão à venda, num pack exclusivo de Natal, enquanto os bilhetes normais estarão à venda a partir de dia 8 de janeiro de 2019.

patrocinadores
;