06 mai - 23:02

João Zilhão não esconde orgulho por João Sousa: "Foi talvez irrepetível o que vivemos aqui”

O diretor do Millennium Estoril Open dá nota bastante positiva à edição de 2018.

João Zilhão, diretor do Millennium Estoril Open, fez uma avaliação mais do que positiva à edição deste ano da prova graças à conquista por parte de João Sousa. O empresário admitiu que há bastante tempo que tinha a ambição de ver um português triunfar numa prova ATP em Portugal e eis que tal aconteceu… 28 anos depois do primeiro pensamento.

“Há muitos anos [que sonhava]. Fui apanha-bolas em 1990 e 28 anos depois poder viver este momento histórico para o desporto e para o ténis português é uma coisa inacreditável. Estou muito emocionado e comovido. O João merecia, teve três anos muito duros e tinha saído daqui desmoralizado”, admitiu João Zilhão, em conferência de imprensa após o torneio.

O diretor não esconde que, nos últimos anos, “o João tinha sido desilusão atrás de desilusão, mas este ano foi inolvidável, inesquecível e talvez irrepetível o que vivemos aqui hoje”. Recorde-se que Sousa não tinha conseguido vencer qualquer encontro de singulares no Millennium Estoril Open até este ano, edição na qual também chegou às meias finais em pares.
E agora, o que se segue? A expetativa é alta pois, com este título, “[o João Sousa] pode fazer muito pelo ténis português. As crianças precisam de ícones, de ídolos, que possam olhar para ele, ver que está ali a pessoa que idolatram e que não tinham isso no João em Portugal”. Agora sim, temos ídolo.

patrocinadores
;