09 abr - 13:01

FASE DE QUALIFICAÇÃO MAIS FORTE DE SEMPRE

SETE TOP 100 NO QUALIFYING DO MILLENNIUM ESTORIL OPEN!

A 3LOVE anunciou nesta terça-feira a lista oficial de participantes no qualifying do Millennium Estoril Open – que se realiza entre 27 de abril e 5 de maio, novamente no Clube de Ténis do Estoril. E o elenco afigura-se fortíssimo, reforçando a qualidade global de uma quinta edição que, no plano classificativo, já era a melhor de sempre.

A fase de qualificação decorre entre sábado e domingo (27 e 28 de abril) e, segundo os regulamentos que entraram em vigor em 2016, a correspondente grelha comporta somente 16 elementos – sendo que, três semanas antes do início da prova, é divulgada a lista de 14 entradas diretas (às quais se juntam dois wild cards que constituem prerrogativa da organização).

Essa lista hoje oficializada inclui sete tenistas classificados no top 100 e fecha a 135. Recorde-se que o cut-off do quadro principal já havia sido o mais baixo de sempre (o último tenista com entrada direta é 64º). No que diz respeito aos portugueses, depois de João Sousa ter tido entrada direta no quadro principal e de Pedro Sousa já ter sido agraciado com um convite para a melhor grelha, João Domingues e Gastão Elias ficaram longe da entrada na fase de qualificação: o tenista de Oliveira de Azeméis surge no 15º posto na lista dos ‘alternates’, enquanto o jogador da Lourinhã está 23 lugares fora.

Entre os participantes no qualifying, destaca-se a qualidade e o currículo de Pablo Andujar e Pablo Cuevas na terra batida, a presença do controverso australiano Bernard Tomic e do seu emergente jovem compatriota Alexei Popyrin (que esteve em grande evidência nas primeiras rondas do Open da Austrália), a participação do britânico Daniel Evans (teve três match-points para ganhar o seu primeiro título ATP Tour, na recente final de Delray Beach) e o regresso do espanhol Roberto Carballes-Baena (que só perdeu no tie-break do terceiro set nos quartos-de-final da edição transata, face a Stefanos Tsitsipas).

O COMENTÁRIO DO DIRECTOR DO TORNEIO

“Com sete elementos no top 100 mundial, a fasquia está muito elevada e vale mesmo a pena ir até ao Clube de Ténis do Estoril no primeiro fim-de-semana para ver ténis de alto nível, como aperitivo ideal para o quadro principal”, sublinha João Zilhão, diretor do torneio. “Tal como no quadro principal, em que apresentamos o elenco mais forte das cinco edições do Millennium Estoril Open, também no qualifying vamos ter o melhor quadro de sempre. Infelizmente, uma fase de qualificação com o elevado cut-off de 135 significa que nenhum português teve entrada direta. Mas dispomos de dois convites que iremos definir na devida altura. Apesar de já termos tido pedidos de jogadores de topo (incluindo um ex-top 10), os jogadores portugueses estão na primeira linha das nossas preferências, pois queremos, indubitavelmente, ajudar o ténis nacional”.

 

QUALIFYING

Com acesso direto / Ranking*

Pablo Andujar (Espanha) / 70º
Hugo Dellien (Bolívia) / 76º
Bernard Tomic (Austrália) / 79º
Pablo Cuevas (Uruguai) / 83º
Guido Andreozzi (Argentina) / 90º
Daniel Evans (Grã-Bretanha) / 91º
Bradley Klahn (EUA) / 93º
Filip Kravinovic (Sérvia) / 102º
Roberto Carballes-Baena (Espanha) / 113º
Elias Ymer (Suécia) / 114º
Alexei Popyrin (Austrália) / 119º
Josef Kovalik (Eslováquia) / 120º
Bjorn Fratangelo (EUA) / 127º
Egor Gerasimov (Bielorrússia) / 135º

Alternates

1. Pedro Martinez (Espanha) / 140º
2. Simone Bolelli (Itália) / 143º
3. Filippo Baldi (Itália) / 151º
4. Salvatore Caruso (Itália) / 154º

15. João Domingues (Portugal) / 221º

23. Gastão Elias (Portugal) / 302º

*ranking de 8 de abril de 2019

patrocinadores
;