13 mar - 11:48

FABIO FOGNINI É A MAIS RECENTE ATRAÇÃO NO MILLENNIUM ESTORIL OPEN

CARISMÁTICO ITALIANO É UMA DAS PERSONALIDADES DO CIRCUITO

O italiano Fabio Fognini é o mais recente nome divulgado para o Millennium Estoril Open – o maior evento tenístico português, organizado pela 3LOVE no Clube de Ténis do Estoril e cuja quinta edição se realiza entre os dias 27 de Abril e 5 de Maio.

Famoso pela sua peculiar personalidade e ténis surpreendente, o transalpino ocupa esta semana o 17º lugar da hierarquia mundial e é uma espetacular adição ao elenco do único evento luso integrado no ATP Tour – que já contava com dois elementos do top 10, o sul-africano Kevin Anderson (6º) e o grego Stefanos Tsitsipas (10º), o inimitável francês Gael Monfils (19º), o jovem australiano Alex de Minaur (24º) e o detentor do título e melhor português de sempre João Sousa (41º) no lote de jogadores pré-anunciados. A lista final de participantes será divulgada no próximo dia 19 de março, após o fecho das inscrições.

Estou muito contente por jogar o novo torneio no Estoril. Espero atuar a um bom nível e poder apreciar tudo o que de bom o torneio e essa zona tão bonita de Cascais têm para oferecer. Até breve!”, escreveu Fabio Fognini, numa mensagem enviada para a organização.

O Fabio é um jogador de caraterísticas técnicas únicas e um dos mais carismáticos tenistas do circuito. O facto de ter optado por jogar este ano no nosso torneio deixa-nos particularmente felizes”, refere João Zilhão, diretor do Millennium Estoril Open. “Será uma novidade absoluta para o entusiasta público do Clube de Ténis do Estoril e uma garantia de qualidade na terra batida, com sete dos seus oito títulos a serem conquistados no pó de tijolo. Mas é sobretudo um jogador diferente que vem reforçar a diversidade do elenco do torneio: recentemente, o ATP Tour colocou na sua página de Instagram uma imagem de Fabio Fognini ao lado de Gael Monfils com a pergunta sobre qual dos dois seria o maior entertainer. E vão estar os dois no Clube de Ténis do Estoril”.

UM PERFIL MUITO ESPECIAL

A imprensa italiana diz com humor que ‘Fabulous Fabio’ é o tenista do circuito que mais devagar anda entre os pontos – mas quando a bola está em jogo apresenta uma inusitada rapidez, um notável sentido de antecipação e uma grande capacidade de aceleração de bola. O jogador de San Remo é mesmo capaz de derrotar qualquer adversário em qualquer tipo de piso, embora ultimamente se tenha destacado mais em terra batida. No total, soma oito títulos do ATP Tour em 18 finais; no pó-de-tijolo já chegou aos quartos-de-final de Roland Garros e impôs-se por sete vezes em treze finais. Mas também é perigoso noutras superfícies: nos hardcourts do US Open tornou-se no único tenista a derrotar Rafael Nadal em torneios do Grand Slam após estar a perder por dois sets a zero – tendo também derrotado o campeoníssimo espanhol por duas vezes em terra batida.

Na época transacta, Fabio Fognini tornou-se no primeiro italiano desde 1977 a arrecadar três troféus de singulares numa mesma temporada no circuito profissional masculino ao mais alto nível: bateu Nicolas Jarry na final de São Paulo, Richard Gasquet na de Bastad e Juan Martin del Potro no derradeiro encontro em Los Cabos. Na variante de pares, esta semana tem jogado com Novak Djokovic e está nas meias-finais do Masters 1000 de Indian Wells; já arrecadou um título do Grand Slam (o Open da Austrália, em 2015) ao lado do grande amigo Simone Bolelli – que em 2018 atingiu os quartos-de-final do Millennium Estoril Open e lhe deu as melhores referências sobre o torneio português. Curiosamente, embora já seja um dos melhores tenistas italianos de sempre não é o melhor do seu agregado familiar: é casado com Flavia Penneta, que ganhou um título do Grand Slam em singulares (o US Open, em 2015); juntos, têm um filho (Federico, nascido três dias após o pai derrotar o então número um mundial Andy Murray no Masters 1000 de Roma em 2017).

A peculiar personalidade de ‘Fogna’ faz dele um tenista de culto – ou seja, é daqueles jogadores que os aficionados puros e duros gostam de ir ver jogar mesmo que esteja a atuar num court secundário, porque há sempre a possibilidade de algo de extraordinário acontecer nos seus encontros. É repentista e criativo, tendo por vezes o condão de exasperar os adversários com a sua maneira aparentemente indolente de estar no court. São inúmeros os episódios rocambolescos na sua carreira, mas o italiano é sobretudo um jogador de qualidade que vale a pena ver ao vivo.

O Millennium Estoril Open decorrerá de 27 de Abril a 5 de Maio e os bilhetes estão à venda nos locais habituais. O sábado e o domingo do fim-de-semana decisivo já têm a lotação praticamente esgotada!

 

patrocinadores
;